Tudo sobre o seu:

Papillon

Saber sobre as origens das palavras é sempre algo revelador, como no caso Papillon, cujo nome vem da palavra francesa para borboleta. O nome para definir os cães dessa raça foi uma escolha certeira, pois eles têm as orelhas eretas e franjadas que lembram muito as asas de uma borboleta, além do que são donos de muita beleza, elegância e graciosidade, assim como um dos insetos mais famosos que existe. O pequenino Papillon chega ao máximo de 28 cm, mas o que lhe falta em tamanho sobra em alegria, inteligência e amor à família. Seus olhos grandes vão ficar sempre atentos aos seus movimentos e também ao que está acontecendo ao redor. Ele é vigilante a todo momento.

Características do seu Papillon

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Papillon

Tamanho

A altura varia de
24 a 28 cm

Peso

O peso varia de
3 a 5 kg
Pelagem
Os pelos são predominantemente brancos com manchas que variam de cor. A pelagem fina e sedosa forma uma “pluma” longa e esvoaçante na cauda. Pode até parecer que não, mas é fácil cuidar da farta pelagem do Papillon, já que os pelos vistosos não são propensos a criarem nós. Uma escovação por semana costuma ser o suficiente para manter o penteado em ordem.
Seguindo um hábito de vida saudável, com boa alimentação e visitas regulares ao médico veterinário, o Papillon viverá por muitos anos pois sua sua expectativa de vida é acima da média das demais raças. Por ser um cão de porte pequeno é comum serem vistos os casos de luxação patelar, um problema no joelho, que não fica alinhado adequadamente. Alguns nascem com fontanel aberto, um ponto fraco no topo da cabeça que pode não se fechar completamente e um golpe acidental pode ser fatal.
Um companheiro pra todas as horas, é assim que se pode definir um Papillon, que te mostrará como pode ser obediente, curioso e brincalhão. Não é do tipo de cachorro tímido ou agressivo e é adepto aos “beijos”, mas sem ficar muito tempo no colo, pois prefere estar sempre procurando algo para fazer. Com outros pets o relacionamento será harmonioso e com as crianças lida bem também, com a ressalva dos bebês que podem em uma brincadeira machucar o frágil cãozinho. Nada de deixá-lo sozinho por longos períodos, ele fará você perceber que sentiu sua ausência (e não será de uma forma legal).
Tem muita vontade aprender e é obediente, logo, treinar e socializá-lo é uma tarefa que costuma ser fácil e agradável. Para te fazer feliz, é capaz de realizar truques diversos, como aqueles de empurrar um carrinho pequeno andando somente com as patinhas traseiras. É um cão que costuma gastar sua energia em casa, no quintal e com passeios curtos ao ar livre. Como é um cão de guarda, vai procurar proteger você e sua família a todo instante e alertar quando sentir o menor sinal de perigo.
O elegante cãozinho costuma viver mais do que a média das demais raças - entre 12 e 16 anos.
Os Papillons são sensíveis à anestesia e por isso os casos cirúrgicos acontecem só em último caso. No cuidado diário, atenção à disposição de móveis e utensílios domésticos, os Papillons adoram subir em móveis e praticar escaladas e estão sujeitos a acidentes. A doença periodontal é comum nos cães de porte pequeno, então acostume desde cedo à higienização bucal e faça a escovação dos dentes de duas a três vezes por semana para mantê-los limpos e sem tártaro. Apare as unhas periodicamente para que ele não deslize pelo chão e se machuque com as quedas.
O Papillon foi pintado em retratos do século XVI, dando uma pista da idade da raça. Rembrandt e Fragonard, por exemplo, os retrataram em várias obras de arte. Os pequeninos também eram companheiros favoritos das damas da corte em toda a Europa e os comerciantes os carregavam em cestas em mulas pela França, Itália e Espanha.